Home Estudos Autoridade e Submissão

Autoridade e Submissão

E-mail Imprimir PDF

autoridadeO que é autoridade?

Refere-se ao direito e poder para estabelecer, determinar e governar, por causa de uma posição e um titulo superior. (Dn 4.34,35)

O que é submissão?

É na realidade um ato de fé e um reconhecimento de que alguém está no controle e tem poder sobre você. (Lc 19.14; 7.1-10) A Importância da Autoridade (Rm 13.1-7; Hb 1.3; Is 14.12-14; Mt 6.13; 26.26-64) O Trono de Deus Estabelecido Sobre a Autoridade O trabalho do Senhor resulta do trono de Deus; o trono de Deus é estabelecido sobre autoridade.

Todas as coisas foram criadas pela autoridade de Deus, e as leis na terra são mantidas juntas através da autoridade. Portanto, a Bíblia diz que o Senhor sustenta todas as coisas pelo Seu poder. A autoridade de Deus representa o próprio Deus; o poder do Senhor somente representa as obras de Deus. É fácil ser perdoado do pecado contra o poder de Deus, porém não é fácil ser perdoado do pecado contra a autoridade de Deus, porque pecar contra autoridade do Senhor é pecar contra o próprio Deus.

Em todo o universo somente Deus é autoridade. Todas as outras autoridades são nomeadas por Deus. Nada é maior do que a autoridade no universo; nada pode superá-la. Por essa razão, se nós queremos servir a Deus, devemos conhecer a autoridade do Senhor. Até os Demônios Conhecem Sobre o Princípio de Autoridade E alguns judeus, exorcistas ambulantes, tentaram invocar o nome do Senhor Jesus sobre possessos de espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus, a quem Paulo prega. Os que faziam isto eram sete filhos de um judeu chamado Ceva, sumo sacerdote. Mas o espírito maligno lhes respondeu: Conheço a Jesus e sei quem é Paulo; mas vós, quem sois? E o possesso do espírito maligno soltou sobre eles, subjugando a todos, e, de tal modo prevaleceu contra eles, que desnudos e feridos, fugiram daquela casa. (Atos 19.13-16)

Vemos aqui nesse episódio que os sete filhos do sacerdote Ceva criam que poderiam expulsar o espírito maligno de um homem possesso, porém vemos que eles não conseguiram executar essa missão com êxito. O demônio disse a eles conheço a Jesus e sei quem é Paulo; mas vós quem sois? Em outras palavras o espírito imundo queria saber quem tinha delegado autoridade a eles para o expulsá-lo daquela pessoa. Até os demônios conhecem sobre o principio de autoridade espiritual no reino de Deus.

Constatamos que esses sete homens foram humilhados diante dos demônios e das pessoas ali presente. Provavelmente eles nem eram crentes em Jesus. Pois não tinham autoridade sobre os espíritos malignos para fazerem o que Paulo fazia em nome de Jesus. Mesmo sendo filhos de um sacerdote, não estavam capacitados nem por Deus e nem por um líder espiritual para expulsar demônios das pessoas., Deus não tem netos e sim filhos. Satanás não tem medo de ameaças contra ele, de gritos, ele teme é a autoridade que o Altíssimo nos entregou. E a autoridade espiritual vem através da nossa submissão a Deus e a nossa liderança, ou seja, os nossos líderes espirituais no ministério da igreja de Cristo.

A Maior Exigência em Toda a Bíblia é a Submissão a Vontade de Deus A maior exigência de Deus para o homem não é carregar a cruz, ofertas, consagração ou auto-sacrifício. A maior reivindicação do Senhor para o homem é a submissão. Deus ordenou a Saul que aniquilasse a cidade de Amaleque e que destruísse completamente tudo o que eles tinham (1 Sm. 15). Entretanto depois que Saul venceu os amalequitas, ele poupou Agague, o rei de Amaleque, e apreciou as melhores ovelhas e bois e tudo o que era bom, e recusou-se a destruí-los, esperando ao invés disso oferecê-los como sacrifício a Deus. Porém Samuel lhe disse: “O obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender melhor do que a gordura de carneiros.” O sacrifício mencionado aqui é a oferta queimada; ele não tem nada a ver com o pecado. É para a satisfação e aceitação de Deus. No entanto Samuel disse que ouvir e obedecer é melhor que sacrificar. Por que é assim? Porque ainda em tal sacrifício existe a possibilidade da mistura com o desejo próprio. Somente no ouvir e na obediência existe honra absoluta a Deus e exaltação da Sua vontade. A obediência (submissão) é o outro lado da autoridade.

A fim de ter a obediência, é preciso primeiro manter o ego fora de cena. Não se deve tentar obedecer com o “eu”. Somente vivendo no espírito há possibilidade de submissão. Obediência é a mais alta expressão de resposta à vontade de Deus. A Submissão de Jesus (Fp 2.5-11; Hb 5.7-9) O Senhor Criando a Submissão A Bíblia diz que o Senhor não julgou como usurpação o ser igual a Deus. Usurpar significa tomar pela força. A igualdade do Senhor com Deus não é algo que Ele tomou pela força. Não se trata de uma usurpação, porque, antes de tudo, o Senhor tem a imagem de Deus. (Filipenses capitulo 2, versículos 5 a 7) formam uma seção, enquanto os versículos 8 a 11 formam outra divisão. A primeira seção é sobre o esvaziar-se de Cristo.

A segunda seção é sobre a humilhação de Si mesmo. Aqui o Senhor humilhou-se duas vezes, uma ao esvaziar-se em Sua deidade, e a outra ao humilhar-se em Sua humanidade. Quando o Senhor veio a terra, Ele esvazio-se da glória, poder, posição e imagem em Sua deidade, tanto que os sem-revelação não O reconheceriam como Deus, considerando-O apenas um homem, um simples homem comum. O Senhor escolheu voluntariamente ser o Filho, submetendo-se a autoridade do Pai. Portanto, Ele disse que o Pai era maior do que Ele. A posição de Filho foi uma escolha voluntária do Senhor. O Pai se tornou à representação da autoridade e o Filho se tornou à representação da submissão. Somos humanos. Para nos submetermos é simples. Desde que nos humilhemos podemos submeter. Todavia não é uma questão simples o Senhor se submeter.

A submissão do Senhor é mais difícil do que a Sua criação dos céus e da terra. Para se submeter Ele teve de esvaziar-se de toda a glória, poder, em Sua deidade. Ele também teve de tomar a forma de um servo. Somente então pode receber a qualificação para submissão. Portanto, submissão é algo criado pelo Filho de Deus. Antes o Pai e o Filho compartilhavam a mesma glória. Quando o Senhor veio a terra, por um lado Ele abriu mão da autoridade, e por outro lado assumiu a submissão. Ele aplicou Seu coração para tornar-se um servo, para ser restringido no tempo e no espaço como um homem. E isto não é tudo.

O Senhor Jesus humilhou a Si mesmo, tornando-se obediente. A obediência na Deidade (divindade) é a coisa mais maravilhosa em todo o universo. Ele se tornou obediente até a morte, e morte de cruz, uma dolorosa e vergonhosa morte. No final Deus O exaltou sobremaneira. Quem se humilha será exaltado. Este é o principio de Deus.

 

Shopping Virtual

Shopping Virtual

Receba nossos produtos em sua casa através do nosso Shopping Virtual

Contato

Clique aqui para enviar uma mensagem!
Meu Facebook
Canal no Youtube
Orkut